terça-feira, 30 de maio de 2017

Método eficaz para a pratica do Perdão.

Método eficaz para a pratica do Perdão.

Já data-se de muito tempo, que corre uma história entre os adeptos da Seicho-No-Ie que uma pessoa  recebeu a orientação de uma preletora para praticar o  método do feijão. E ao alcançar o seu objetivo e contar o seu relato a pratica se tornou comum entre os praticantes. Ela já resultou em muitos relatos e curas. Por ser um método comprovado, simples, pratico e eficaz quero compartilhar com todos. Recebo inúmeras orientações de pessoas com esse mesmo sentimento: "que são incapazes de perdoar" penso que se seguirem esse método alcançarão seus objetivos. 
não conseguia perdoar

Ocorre que em muitos momentos precisamos de um ponto, ou um recurso para se ocupar mecanicamente enquanto a mente se entrega a oração.

O método é simples: compre um pacote de feijão, espalhe sobre a mesa ou caso prefira usar  uma tigela vá transpassando, caroço por caroço, de feijão de um ponto ao outro. Do ponto A – onde se encontra o monte – para o ponto B onde você irá um a um criando outro monte. Enquanto você se ocupa fisicamente desta função a cada caroço transplantado você recita a Oração do Perdão.

Você deve lembrar da pessoa, ou das pessoas, mentalizando o rosto dela, ou dos fatos etc e seguir mentalizando a cada caroço de feijão transplantado:

Eu lhe perdoei você me perdoou...
Eu e você somos um só perante Deus...
Eu o(a) amo e você me ama, eu o (a) amo e você me ama também...
Eu e você somos um só perante Deus.
Eu lhe agradeço e você me agradece. Eu lhe agradeço e você me agradece... Eu e você somos um só perante Deus. Obrigado... Obrigado...

A pratica é mecânica, Você deve dar o start, praticar intensivamente por vários dias. Algumas orientações pedem para iniciar com 21 dias consecutivos, outras 49 dias depende muito de pessoa para pessoa. O fato é que uma vez praticado você também irá beneficiar-se do poder curativo do perdão.

Quando você atingir o ápice da prática apos visualizar firmemente a imagem de ter perdoado, amado e agradecido à pessoa de quem mantinha ressentimento e quando estiver firmemente gravada na sua mente está situação de realmente ter perdoado, amado e agradecido a essa pessoa, ore a seguir pela verdadeira felicidade dela:

Não existe mais nenhum ressentimento entre nós. Creio e oro sinceramente pela sua felicidade. Seja cada vez mais feliz Obrigado ... Obrigado... Obrigado...

Você irá perdoar verdadeiramente à pessoa somente quando atingir um estado mental capaz de orar sinceramente pela felicidade dela. Não terá perdoado de fato se deseja esquecê-la porque é desagradável lembrar-se dela. O inimigo deixará de ser inimigo somente quando você atingir o estado mental capaz de orar pela felicidade dele.


Muito Obrigado.
Ariovaldo Adriano Ribeiro.

quarta-feira, 5 de outubro de 2016

Encerramento das atividades do Postinjoy e blogs correlacionados.

Olá,
Queridos amigos,
Reverências,
Muito Obrigado.

Meu nome é Ariovaldo Adriano Ribeiro. Sou adepto da Seicho-No-Ie há 30 anos.
Criei este blog na internet, requerendo oficialmente a função de “Preletor Internet” com a finalidade de divulgar a Verdade pregada pela Seicho-No-Ie.

Comunico a todos que no dia 30/09/2016 a Sede Internacional encerrou as atividades da Rede Social Postinjoy bem com os blogs relacionados a ele.

Sendo assim venho comunicar a todos, que este blog não está mais vinculado a função de “Preletor Internet”.

Ele sempre foi usado para publicar minhas reflexões e dúvidas dos leitores.
Agradeço esta oportunidade, e sigo compartilhando meus pensamentos.

Se você curte minhas postagens pode me acompanhar também em outros canais:

Instagran: Ariovaldo Ribeiro
Twitter: @CoachAriovaldo


Bom vale lembrar que, sou responsável pelo teor e pelos comentários constantes nesta página. Favor observar que eu não represento a Seicho-No-Ie e meus comentários não representam as opiniões da Seicho-No-Ie. São reflexões de meus estudos e leituras dos livros da Seicho-No-Ie. Em caso de alguma dúvida, por favor, me contatar.  

Que bom ter você aqui.
Nos vemos do outro lado.
O céu é o limite.
Ariovaldo Ribeiro


domingo, 17 de julho de 2016

"O valioso tempo dos maduros"

“Contei meus anos  e descobri que terei menos tempo para viver daqui para a frente do que já vivi até agora.
Tenho muito mais passado do que futuro.

Sinto-me como aquele menino que recebeu uma bacia de cerejas.
As primeiras, ele chupou displicente, mas percebendo
que faltam poucas, rói o caroço.

Já não tenho tempo para lidar com mediocridades.
Não quero estar em reuniões onde desfilam egos inflamados.
Inquieto-me com invejosos tentando destruir quem eles admiram, cobiçando seus lugares, talentos e sorte.

Já não tenho tempo para conversas intermináveis,
para discutir assuntos inúteis sobre vidas alheias que nem fazem parte da minha.

Já não tenho tempo para administrar melindres de pessoas, que apesar da idade cronológica, são imaturas.

Detesto fazer acareação de desafetos que brigaram pelo majestoso cargo de secretário geral do coral.
As pessoas não debatem conteúdos, apenas os rótulos.

Meu tempo tornou-se escasso para debater rótulos, quero a essência, minha  alma tem pressa.

Sem muitas cerejas na bacia, quero viver ao lado de gente humana, muito humana; que sabe rir de seus tropeços, não se encanta com triunfos, não se considera eleita antes da hora, não foge de sua mortalidade, quero caminhar perto de coisas e pessoas de verdade.

O essencial faz a vida valer a pena.
E para mim, basta o essencial!"

Mário de Andrade